Fátima pede apuração de assassinato do seu segurança PM

Fátima pede apuração de assassinato do seu segurança PM

Ela lamentou em nota e disse que o tinha "como um filho"

A governadora eleita, Fátima Bezerra (PT) lamentou a morte do seu segurança Cabo PM, João Maria Figueiredo. Em nota ela falou sobre a atuação do policial na segurança e na militância, disse que o considerava como filho, irmão, e pediu que haja a devida apuração da morte.

Cabo Figueiredo foi assassinado ontem, em São Gonçalo do Amarante, com sete tiros na cabeça. Foi levado seu celular e sua arma funcional. Ninguém foi preso até o momento. A associação de cabos e a Polícia Militar também emitiram nota, a PM prometeu esforço para levar os responsáveis à Justiça.

Confira a nota da governadora eleita:

Nota

O assassinato brutal do querido Figueiredo nos deixa consternados, com profundo sentimento de perda, abalados em alma. Ao mesmo tempo, os exemplos de coragem e de solidariedade que nosso amigo nos deixou nos inspirarão para continuarmos a luta por dias melhores, por uma sociedade mais justa e para todos e todas.

Queria bem a ele como um filho, um irmão.

Que tragédias como a de Figueiredo – infelizmente cada dia mais presentes na vida de nossos trabalhadores e abnegados profissionais da Segurança – tenham a devida apuração e elucidação.

Sua memória não será esquecida, meu amigo. Meus sentimentos aos familiares e amigos e meu abraço fraterno.

Figueiredo, presente!

#SaudadesSempreFigueiredo

Fátima Bezerra

Senadora e governadora eleita do RN

Por Portal no AR

Postar um comentário

0 Comentários