JOSÉ WALTERLER DOS SANTOS SILVA, Coronel QOPM R1 Escreve CARTA ABERTA A SENHORA SECRETÁRIA DA SEGURANÇA PÚBLICA/RN

JOSÉ WALTERLER DOS SANTOS SILVA, Coronel QOPM R1 Escreve CARTA ABERTA A SENHORA SECRETÁRIA DA SEGURANÇA PÚBLICA/RN

Assisti ontem (21.12.18), no mais badalado programa televisivo potiguar, PATRULHA DA CIDADE da TV PONTA NEGRA, sob o comando do âncora PAPINHA, mais uma desastrada entrevista por vós concedida. Durante anos sempre me posicionei de forma grata, admiradora e incentivadora de vossa performance no enfrentamento a marginalidade.

De repente a senhora é alçada ao mais alto cargo do sistema de segurança pública norteriograndense, enchendo-nos de esperanças, pois acreditávamos que aquela - até então - competente policial não iria medir esforços na defesa dos direitos de seus comandados. LEDO ENGANO!?!? A policial destaque da PCRN mostrou-se uma “líder” sem brilho, sem garra, sem carisma e sem qualquer outro fator que pudesse alimentar a confiança que lhe depositamos e, ao invés de FAZER ACONTECER, preferiu ESPERAR TUDO ACONTECER, provando que a senhora não nasceu para ser LÍDER, pois os líderes apresentam soluções e não transferem responsabilidades à outrem.

Lembro que a função de liderar requer sempre uma posição pró-ativa, como forma de romper barreiras e dependências em relação aos outros, somente logrando êxito nessa missão, aquele líder que souber manusear as ferramentas da humildade, flexibilidade, habilidade, ética, versatilidade e a cumplicidade para saber associar aos interesses estatais, os sonhos e expectativas dos seus comandados.

Ao vir a publico para imputar a PMRN, a responsabilidade pelo caótico desgoverno que ora finda, sob pseudo e frágil argumento de que deveríamos aceitar parcelar nossos salários, como se estivéssemos pedindo ou suplicando esmolas, a senhora mostra o quão está a carecer da leitura da mítica obra literária “A Arte da Guerra”, em especial, o capítulo no qual Sun Tzu diz: “Quando o general é fraco, sem autoridade junto aos soldados, suas regras são confusas e sua moral é baixa, o exército é confuso”.

Não senhora Secretária. Nós não somos responsáveis pela INCOMPETÊNCIA desse desgoverno atual, o qual deixa o Estado numa situação irreparável, caótica, preocupante para àqueles que logo estarão assumindo esse abacaxi estatal e um futuro sombrio, preocupante e desagregador para todos nós potiguares. INADMISSÍEL e REVOLTANTE que hoje, 22.12.18, ainda não tenhamos recebido o décimo terceiro salário de 2017, repito, 2017, cujo valor defasado a receber, não cobre os juros acumulados, imaginem de forma rateada como a senhora quer.

Ainda está em tempo de se redimir. DEMITA-SE desse governo inoperante, perseguidor e incapaz, aonde a sua maior marca foi demitir - ex-offício - um competente Comandante Geral que o CBMRN conheceu, pelo simples fato daquele não concordar com as suas arbitrariedades e abuso de poder. No agregue ao seu vitorioso curriculum, a pecha de SUBSERVIENTE.

Aproveitando o azo, seria de bom alvitre que a senhora propusesse aos membros da Magistratura, Ministério Público, Defensores Públicos, Procuradores e Assessores Jurídicos, Conselheiros do TCE, Deputados e seus Assessores, p. ex., que aceitassem vosso apelo e permitissem, também, o rateamento de seus salários, décimo terceiro e demais vantagens, de sorte a equilibrar o erário e permitir a integralidade dos nossos salários, viu? NATAL/RN, em 22 de dezembro de 2018.

Por JOSÉ WALTERLER DOS SANTOS SILVA, Coronel QOPM R1

Postar um comentário

0 Comentários