Caso Zaira: O inquérito sobre a morte da estudante será concluído até a segunda-feira (25) afirma delegado

 
A motivação para homicídio ainda não está confirmada

 O inquérito sobre a morte da estudante Zaira Dantas Cruz será concluído até a segunda-feira (25). É o que garante o delegado Leonardo Germano, que está à frente do caso. De acordo com ele, a autoria do homicídio está confirmada. O laudo do Itep que apurou possível violência sexual também foi concluído, mas o delegado ainda analisa as informações.

Posteriormente, o laudo do Itep identificou que a jovem foi estrangulada. Segundo a Polícia Civil, havia indícios de que a jovem sofreu violência sexual. O laudo do Itep sobre essa suspeita foi concluído na quarta-feira (20) e encaminhado ao delegado Leonardo Germano, que ainda analisa as informações.

 "Chegaram alguns laudos e estou terminando o inquérito, promovendo o relatório conclusivo. Devo indiciar o Pedro (Inácio) hoje ou até segunda-feira, no máximo. Segunda terei tudo concluso e vou promover todos os esclarecimentos. Já temos comprovada a autoria do homicídio. Sobre esse laudo (sobre violência sexual) estou trabalhando para não ser leviano. Consultei peritos, estou analisando e quando concluir incluiremos no inquérito", explicou. 

Sobre a motivação do crime, o delegado disse que ainda está buscando elementos que possam contribuir para expor o que motivou o sargento Pedro Inácio a cometer o homicídio. De acordo com ele, a Polícia está apurando e buscando uma explicação. "Ainda não sei qual a motivação do crime. A autoria está bem resolvida, mas a questão da motivação é bem complexa. Vou ver ainda se consigo algo com relação a isso até segunda-feira", explicou o delegado. O sargento Pedro Inácio segue detido no Quartel do Comando Geral da Polícia Militar, em Natal.

Nenhum comentário