Doméstica encontrada morta em Mossoró foi assassinada, diz Polícia Civil

Doméstica encontrada morta em Mossoró foi assassinada, diz Polícia Civil

A empregada doméstica Maria Francisca Herculano da Silva, de 37 anos, encontrada morta na manhã do domingo (5) dentro de casa em Mossoró, foi assassinada. A informação é da Polícia Civil. A princípio, o caso foi tratado como morte natural. Porém, após perícia no corpo, surgiu a confirmação de morte por asfixia.

Maria Francisca morava em uma casa na Rua Vicente Ferreira Duarte, no bairro Belo Horizonte. Ela foi encontrada morta por vizinhos, que costumavam tomar café da manhã juntos. Como ela não apareceu e também não respondeu aos telefonemas e mensagens enviadas para o celular, os vizinhos foram até a residência dela.

“Um dos vizinhos pulou o muro e a encontrou desfalecida sobre a cama”, revelou o delegado plantonista Evandro Luís. Ao G1, ele acrescentou: “A perícia encontrou marcas que sugeriram defesa da vítima e a autópsia encontrou vestígios de que indicaram sufocamento, por isso o caso será tratado como homicídio, e não morte natural”.

Ainda de acordo com o delegado, o caso está sendo tratado como homicídio, e não como feminicídio, porque ainda não há pistas do assassino. O inquérito foi encaminhado para a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

O delegado revelou também que Francisca morava com dois filhos menores de idade, mas que ambos não estavam em casa quando foi morta. Um deles estava na casa de avós, e o outro havia saído para uma festa.

Por G1 RN

Postar um comentário

0 Comentários