Duas pessoas são presas em operação que desativou 35 'gatos' de energia no interior do RN

Duas pessoas são presas em operação que desativou 35 'gatos' de energia no interior do RN

Duas pessoas foram presas em flagrante em uma operação que desativou 35 "gatos" de energia em residências no município de Areia Branca, na Região Costa Branca, nesta terça-feira (28). A ação aconteceu em conjunto entre a Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern) e as polícias Civil e Militar.

Além das duas pessoas detidas, uma terceira foi conduzida para prestar depoimento na Delegacia de Areia Branca.

A ação desta terça-feira (28) faz parte da “Operação Varredura”, que acontece desde janeiro deste ano. No total, a Cosern já fez 22.686 inspeções e desativou 2.719 "gatos" de energia no RN neste período. Seis pessoas foram presas.
Segundo a Cosern, o volume de energia recuperado de janeiro até maio seria suficiente para abastecer, por exemplo, o município de Macaíba durante um mês ou o de Patu pelo período de um ano.

O “gato” de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal e a pena para o responsável pela fraude pode chegar quatro anos de reclusão. Além de crime, o “gato” também provoca perturbações no fornecimento de energia da região e pode causar a queima de eletrodomésticos, além de oferecer riscos à vida de quem está próximo.

As ligações clandestinas de energia, os famosos "gatos", podem ser denunciados de forma anônima pela população através do telefone 116 ou pelo site da Cosern.

Por G1 RN

Postar um comentário

0 Comentários