MC Reaça morre em Valinhos aos 25 anos; velório e enterro acontecem em Indaiatuba

O cantor Tales Volpi Fernandes, conhecido como MC Reaça, morreu na noite de sábado (1), em Valinhos (SP), aos 25 anos. O velório acontece a partir das 15h deste domingo (2), em Indaiatuba (SP), no memorial ao lado do Cemitério Parque dos Indaiás. O funkeiro era compositor de jingles em apoio à campanha eleitoral do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Na manhã deste domingo, Bolsonaro comentou a morte do artista e prestou condolências à família. "Tinha o sonho de mudar o país e apostou em meu nome por meio de seu grande talento. Será lembrado pelo dom, pela humildade e por seu amor pelo Brasil", disse o presidente.

A família comunicou a morte de MC Reaça na página do cantor no Facebook, mas não informou a causa do óbito. O enterro será às 10h desta segunda-feira (3), também no Cemitério Parque dos Indaiás.

O corpo de MC Reaça foi encontrado na noite deste sábado no km 116 da Rodovia Dom Pedro (SP-065). De acordo com a Polícia Civil de Valinhos, a Polícia Militar, que foi acionada até o local, indicou "possível suicídio".

Segundo o boletim de ocorrência, registrado como suicídio, foram encontrados no local uma uma motocicleta, uma mala de roupas e R$ 602 em dinheiro.

Outro boletim de ocorrência

A Polícia Civil de Valinhos ainda registrou, também no sábado, outro boletim de ocorrência envolvendo o artista. De acordo com o documento, MC Reaça é suspeito de ter agredido uma mulher, definida no registro como namorada dele.

Ela foi encaminhada para o Hospital Augusto de Oliveira Camargo, em Indaiatuba, com edemas na face e no olho, além de fraturas no maxilar. A ocorrência foi registrada como lesão corporal e violência doméstica.

A unidade médica informou que o estado de saúde da mulher é "estável" e ela vai passar por "cirurgias programadas".

Por G1

Tales Volpi, conhecido Mc Reaça, morreu aos 25 anos em Valinhos — Foto: Reprodução/Facebook

Postar um comentário

0 Comentários