Natal confirma primeiro caso de sarampo após 19 anos

Natal confirma primeiro caso de sarampo após 19 anos

Natal confirmou seu primeiro caso de sarampo após 19 anos. A Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS) constatou que um professor viajou para São Paulo e retornou com os sintomas da doença e ao procurar atendimento médico levantou-se a suspeita confirmada nesta sexta-feira (26). As informações foram divulgadas pelo site Grande Ponto.

O estado de saúde dele não foi divulgado. Quem teve contato com ele está sendo imunizado por precaução, como alunos do cursinho que ele ensina, além de funcionários do local de trabalho e da unidade de saúde que ele procurou atendimento médico.

O último caso registrado de sarampo no RN ocorreu no ano de 2000. O Estado de São Paulo, para onde o médico viajou, vive um surto da doença que estava erradicada do país. Em Roraima e Amazonas, a doença também voltou, sendo uma das causas a migração de venezuelanos não vacinados. Para estar imunizado o indivíduo precisa ser vacinado a partir do primeiro ano de vida no esquema de duas doses com intervalo mínimo de 30 dias entre elas. O problema é que muita gente não teve esse procedimento concluído e está vulnerável a doença.

O sarampo é transmitido através do contato com gotículas do nariz, da boca ou da garganta da pessoa infectada, quando ela tosse, espirra e respira. Os sintomas se manifestam entre 10 e 14 dias após a exposição ao vírus e incluem coriza, tosse, infecção nos olhos, erupção cutânea e febre alta. Três a cinco dias após o início dos sintomas, uma erupção cutânea explode. Geralmente, começa como manchas vermelhas planas que aparecem no rosto na linha do cabelo e se espalham para o pescoço, tronco, braços, pernas e pés.

Por Portal No Ar

Postar um comentário

0 Comentários