Equipe de Policiais Civis da Delegacia de Macaíba prenderam em flagrante uma mulher por posse ilegal de arma.

A equipe de Policiais Civis da Delegacia de Macaíba prenderam em flagrante delito, na tarde de hoje, ANA CARMEM DOS SANTOS SOARES (32 anos), pelos crimes de POSSE ILEGAL DE ARMA DE FOGO DE USO RESTRITO (Art. 16, da Lei nº 10.826/2003), RECEPTAÇÃO (Art. 180, do CPB) e, CORRUPÇÃO DE MENORES (ART. 244-B, do ECA). A suspeita foi flagrada em sua residência com munições de fuzil, além de outros objetos de origem ilícita, bem como era investigada por dar suporte a integrantes de uma facção criminosa com atuação na cidade. 
O imóvel da suspeita estava sendo monitorado por abrigar diversos criminosos de uma facção criminosa que estariam traficando e cometendo outros crimes na região próxima do CAIC, inclusive com informações de que no local estariam armazenadas as armas do grupo, uma delas sendo uma arma longa. Na abordagem, 03 (três) adolescentes deixavam o imóvel e, ao serem abordados, um deles portava uma pequena quantidade de MACONHA, sendo que, dentro da casa, num dos quartos, foram localizadas 03 (três) munições de fuzil calibre 7.62, além de cosméticos possivelmente subtraídos nos últimos arrastões cometidos na zona rural da cidade. 

O adolescente encontrado com a droga era também já conhecido da POLÍCIA e contra ele existia em aberto um mandado de busca e apreensão para cumprimento de medida socioeducativa, ordem judicial essa que foi devidamente cumprida, sendo ele encaminhado ao centro de internação de menores.

Natureza da prisão: FLAGRANTE e APREENSÃO DE ADOLESCENTE
Nome, apelido e idade do preso: ANA CARMEM DOS SANTOS SOARES (32 anos)
Infração: POSSE ILEGAL DE ARMA DE FOGO DE USO RESTRITO (Art. 16, da Lei nº 10.826/2003), RECEPTAÇÃO (Art. 180, do CPB) e, CORRUPÇÃO DE MENORES (ART. 244-B, do ECA)
Data e hora da prisão: 25/11/2019, às 15h.

Local da prisão: Rua Miguel da Cruz, nº 02, bairro Campo da Mangueira, Macaíba/RN.
Material apreendido: 03 (três) munições de calibre 7.62; 01 (uma) porção de MACONHA, perfumes e cosméticos de origem suspeita.

Postar um comentário

0 Comentários