Polícia Civil prende mulher por homicídio contra mototaxista em Angicos

Polícia Civil prende mulher por homicídio contra mototaxista em Angicos

Policiais civis da Delegacia Municipal de Extremoz prenderam, na manhã desta segunda-feira (23), Larissa da Silva Gomes, 21 anos, pela prática do crime de homicídio, que vitimou o mototaxista de 74 anos, Luiz Máximo de Cunha, conhecido como “Uité”. Ela foi detida em cumprimento a um mandado de prisão preventiva.

O crime aconteceu no dia 31 de dezembro de 2017 e a vítima foi encontrada somente no dia 02 de janeiro de 2018, na zona rural do município de Angicos. Segundo as investigações, o homem foi morto a pedradas. O mototaxista teria aceitado uma falsa corrida, ao sair com uma mulher, por volta do meio dia, das proximidades da Prefeitura Municipal de Angicos, com destino à cidade de Afonso Bezerra.

De acordo com as investigações, no dia do crime, a mulher levou a motocicleta e uma quantia em dinheiro da vítima. Larissa da Silva Gomes e o então companheiro dela, Isonildo Nunes da Costa, conhecido como “Magrão”, 34 anos, teriam vendido o veículo a um terceiro. “Magão” também estaria envolvido no homicídio praticado contra o mototaxista, porém não foi localizado.

Larissa da Silva foi conduzida até a delegacia e encaminhada ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça. A Polícia Civil pede que informações sobre a localização de Isonildo Nunes da Costa, conhecido como Magrão, sejam enviadas de forma anônima para o Disque Denúncia 181.

Por  Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS.

Postar um comentário

0 Comentários