Após um mês preso, Ronaldinho Gaúcho paga fiança de R$ 8,35 milhões e vai para prisão domiciliar.

Após um mês preso, Ronaldinho Gaúcho paga fiança de R$ 8,35 milhões e vai para prisão domiciliar.


Nesta terça-feira (7), dia em que completou um mês preso junto com seu irmão, o empresário Roberto Assis, o ex-jogador Ronaldinho Gaúcho sairá da penitenciária que está no Paraguai e irá para prisão domiciliar.

O atleta e seu irmão, porém, seguirão detidos no país vizinho ao Brasil hospedados em um hotel na capital paraguaia, sob constante supervisão policial, enquanto o processo seguirá sendo apurado.

O pedido de prisão domiciliar foi concedido pelo juiz Gustavo Amarilla, que determinou o pagamento de fiança no valor de US$ 1,6 milhão (R$ 8,35 milhões).

Ronaldinho e o irmão estavam presos em regime fechado desde o dia 6 de março sob a acusação de entrarem no Paraguai com passaportes falsos. Eles receberam os documentos na sala VIP do aeroporto internacional Silvio Petirossi, em Luque, cidade vizinha à capital, e a apreensão dos documentos deu início a uma investigação mais ampla do Ministério Público paraguaio que já levou 15 pessoas para a prisão e que envolve até mesmo lavagem de dinheiro.

Por Revista Fórum

Postar um comentário

0 Comentários