Com 9 mortes e 11 internados, Areia Branca é o pior quadro do RN

Com 9 mortes e 11 internados, Areia Branca é o pior quadro do RN

Município já reúne as condições para o decreto de lockdown para controlar a propagação do novo coronavírus na cidade que tem menos de 30 mil habitantes

O município de Areia Branca, com menos de 30 mil habitantes, reúne todos os motivos para a prefeita Iraneide Rebouças decretar lockdown, assim como fez o prefeito de Itaú/RN, Ciro Bezerra, semana passada. Em Itaú, a Secretaria de Saúde identificou um foco, fez o teste rápido e identificou 11 pessoas contaminadas com o novo coronavírus, sem internação e sem óbito. O gestor adotou uma série de medidas, sendo o fechamento da cidade o ato mais duro.

Já na cidade de Areia Branca, são dezenas de focos de coronavírus, com pelo menos 9 mortes, 3 óbitos estão em investigação e 11 dos 33 pacientes internados no Hospital São Luiz, em Mossoró, neste domingo, 17, eram de Areia Branca/RN. A desobediência ao decreto do governo do Estado, de isolamento social, foi desrespeitada pela população do município e a gestão municipal fez vista grossa, nem mesmo após o técnico de enfermagem Luiz Alves perder a vida para o covid-19.

A própria população denunciou nas redes sociais a movimentação intensa na cidade e na praia de Upanema. Ao procurar saber quais as medidas adotadas pelo Poder Executivo, a reportagem do MOSSORÓ HOJE encontrou contrato para pintar o estádio o muro do estádio municipal por R$ 200 mil.
A consequências começaram a aparecer há duas semanas, com mais mortes, mais pessoas internadas nos hospitais de Mossoró. Apesar da urgência, as primeiras providências só foram adotadas no final da semana passada. A prefeita Iraneide Rebouças mandou fechar os comércios de produtos não essenciais e fez blitz com apoio do Governo do Estado. Contou com a presença de vários policiais de Mossoró, em especial do destacamento de trânsito.

Entretanto, o estrago já estava feito. Número de mortes pode chegar a 12 e de internados, até a noite deste domingo, 17, era 11, só no Hospital São Luiz, em Mossoró. No Boletim do Governo do Estado, a cidade de Areia Branca aparece na pior situação do Rio Grande do Norte, para cidades com mais de 20 mil habitantes. É o cenário mais propício do Estado para decreto de lockdown.

Postar um comentário

0 Comentários