Município de Caicó lamenta atual situação do SAMU ocasionada pelo Governo do Estado

Município de Caicó lamenta atual situação do SAMU ocasionada pelo Governo do Estado


O Município de Caicó lamenta a atual situação do SAMU em Caicó, que foi provocada pelo Governo do Estado, que mudou a empresa responsável pela formação da equipe médica do SAMU/RN. A empresa Reelecun Serviços Eireli passou a responder pelo serviço do SAMU no Rio Grande do Norte e não disponibiliza no momento o quantitativo de médicos capacitados para o serviço de urgência e emergência. Até o dia 12 de maio, os médicos que atuavam no SAMU/RN integravam a Cooperativa Médica do RN (Coopemed), sendo que o contrato foi encerrado às 7h desta quarta-feira (13).

Tal medida prejudicou o atendimento da equipe do SAMU em Caicó, que encontra-se sem médicos plantonistas e impossibilita o atendimento com a UTI Móvel de qualquer paciente de Caicó ou dos municípios pactuados.

O prefeito de Caicó, Robson de Araújo (Batata) espera que essa situação do SAMU/RN seja resolvida o mais rápido possível pelo Governo do Estado, evitando grandes prejuízos para a população de Caicó e dos municípios que são atendidos através do referido serviço de saúde.

Postar um comentário

0 Comentários