Justiça aciona UnP por possível cobrança irregular de mensalidades

Justiça aciona UnP por possível cobrança irregular de mensalidades

O 59º Promotor de Justiça da Comarca de Natal, Alexandre Matos Pessoa da Cunha Lima, abriu processo de inquérito civil para apurar possível cobrança irregular das mensalidades, por parte da Universidade Potiguar (UnP), em decorrência da pandemia de Covid-19.

A portaria Nº 423814 com o processo foi emitida na última terça-feira (12) e certificar se a universidade investigada já apresentou reposta ao primeiro despacho. O documento pede que "encaminhe-se, com urgência, a Recomendação que trata da redução das mensalidades e os questionamentos insertos no segundo despacho proferido".

Procurada, a UnP informou que está analisando o caso.

Postar um comentário

0 Comentários